Dica de economia para caminhoneiros

É importante para os caminhoneiros aumentarem sua lucratividade, especialmente quando os preços dos fretes baixam. É essencial seguir algumas dicas de economia para que as viagens saiam mais em conta. Afinal, se os valores recebidos não sobem, a alternativa é diminuir os os custos. A melhor forma de fazer isso é controlando os seus gastos e o desgaste do caminhão com boas práticas de manutenção, direção e planejamento. Veja aqui!

Manutenção Preventiva

Segundo o IQA, fazer manutenções preventivas é 40% mais barato do que as manutenções corretivas. Por que isso acontece? As peças defeituosas tendem a comprometer outros componentes. Assim, os serviços ficam mais difíceis, mais demorados e mais caros! A manutenção preventiva também mantém o veículo rodando em condições mais próximas das de fábrica. Isso significa maior eficiência energética e menos gasto com combustível. Além disso, ela evita que o caminhão tenha problemas inesperados durante uma viagem, o que pode causar a perda de prazos e acidentes. [E os custos de um acidente impressionam: consertos, tempo com o veículo parado, gastos com hospitais, indenizações e, no pior dos casos, impossibilidade temporária ou permanente de trabalhar].

Planejamento de Viagens

Planejar as viagens permite ao caminhoneiro evitar situações que aumentam os seus custos e que as tornam mais longas e demoradas. Além disso, também possibilita um maior faturamento com fretes de retorno. Para se planejar, o caminhoneiro pode estudar as suas rotas com antecedência. Calculando seu tempo de viagem e procurando alternativas, caso alguma eventualidade aconteça. Também é possível desviar de pedágios caros que não compensem o tempo no trajeto e evitar áreas perigosas, com histórico de assaltos ou tombamentos de carga.

Ou mesmo escolher com mais calma os locais de abastecimento, para que o combustível seja de qualidade e a preços justos.

Para tudo isso, o caminhoneiro pode contar com sua própria experiência e informações de colegas. No entanto, como nem sempre há informações suficientes sobre as rotas, é possível utilizar as novas tecnologias para isso. Aplicativos como Waze e MapLink apresentam um mapa da região atualizado, com indicações de estabelecimentos e sentidos obrigatórios das pistas. Eles também podem ser usados como navegadores por GPS (sistema de posicionamento via satélite), mostrando dados em tempo real do trânsito, blitz policiais, acidentes, buracos e outras ocorrências.

Economia de Combustível

 Existem várias formas de economizar combustível. Uma delas é dirigir defensivamente. Ao evitar paradas bruscas e aceleradas constantes, o veículo pode aproveitar melhor a energia gerada, além de evitar a injeção desnecessária de combustível.  E além de tornar o trânsito muito mais seguro! Outra dica é não andar desengatado. Ao descer uma ladeira engatado ou aproveitar o freio motor para as paradas do caminhão, o motor continua funcionando por meio do giro das rodas. Dessa forma, o sistema de injeção eletrônica reconhece que não é preciso mais combustível e corta sua alimentação, economizando.

Outra atitude simples e muito eficaz na redução do consumo é manter sempre os pneus calibrados. Preste atenção nas indicações de calibragem quanto ao peso da carga e posicionamento dos pneus. Além disso, mantenha o caminhão sempre alinhado e balanceado. Pneus murchos e desalinhados podem aumentar o consumo em até 20%. 

Planejamento Financeiro

Para poder cobrar valores justos pelos serviços, sem extrapolar e nem perder as suas margens de lucro, é preciso ter em mente o custo médio por quilometragem. Some os gastos em cada viagem (alimentação, hospedagem, combustível, pedágio) mais os custos de manutenção e dos impostos em um período definido. Um ano, por exemplo. Depois, divida pela quantidade de quilômetros rodados no mesmo período. Assim, será possível colocar um preço mais justo aos seus serviços e saber com exatidão qual a sua margem de lucro real.